Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Fevereiro, 2011

TSF, 23 anos

Não és perfeita. Nem eu.

Tens cicatrizes, rugas, marcas. Também eu.

Tens nariz empinado, como eu.

Tens garra, tens chama, tens a força selvagem de quem não se deixa domar.

És indiscreta. Arrogante, por vezes.

Indispensável. Marcante. Vibrante. Irresistível. Apaixonante.

És sangue nas minhas veias.

Parabéns, amada Rádio.

 Ana Catarina Santos

Anúncios

Read Full Post »

Aqui fica o link para a colecção de programas Crónicas da Idade Mídia, uma notável colecção de programas sobre a música popular e a memória do século XX, da responsabilidade de Ruben de Carvalho, que nos conduz à descoberta e fruição da melhor música popular, dos seus autores e do seu contexto. Porque isto anda tudo ligado. Vale a pena !

 Crónicas da Idade Mídia

          

Read Full Post »

O retrato lúcido do Irmão Lúcia sobre os vergonhosos números da violência doméstica em Portugal

esta semana no irmaolucia, a tal da violência doméstica – irmão lúcia.

Read Full Post »

Deolinda: O canto novo de uma geração injustiçada

Sou da geração sem remuneração
e não me incomoda esta condição.
Que parva que eu sou!
Porque isto está mal e vai continuar,
já é uma sorte eu poder estagiar.
Que parva que eu sou!
E fico a pensar,
que mundo tão parvo
onde para ser escravo é preciso estudar.

Sou da geração ‘casinha dos pais’,
se já tenho tudo, pra quê querer mais?
Que parva que eu sou
Filhos, maridos, estou sempre a adiar
e ainda me falta o carro pagar
Que parva que eu sou!
E fico a pensar,
que mundo tão parvo
onde para ser escravo é preciso estudar.

Sou da geração ‘vou queixar-me pra quê?’
Há alguém bem pior do que eu na TV.
Que parva que eu sou!
Sou da geração ‘eu já não posso mais!’
que esta situação dura há tempo demais
E parva não sou!
E fico a pensar,
que mundo tão parvo
onde para ser escravo é preciso estudar

Read Full Post »

– Digame?
– Istoi? Rosé Luiz?
– Si?
– Fala o Rosé, die Lisbioa. Coimio istiás?
– Bien, hombre. Qué pasa?
– Olhia, estiavia aqui a vier ionde é que niós puediamos cortiare un pouquito miais nas diespiesas. Y niós aqui, viamos cortiari nios inquiéritios del INE. Passiamos a fiazer tiudo por telefione.
– A si? Las estatisticas?!
– Si, si, fica miutio más barato. Más biaratio, si me entiendies.
– Anda, que bien. No me habia ocorrido.
– Niós comeciámos con as estiatísticas do desiempriego. Atié dá jeito. Diá jeitio, si me compriendies (risos).
– Muy bien, Rosé. Gracias. Seguiré el ejemplo en Los Censos nacionales.
– Viés, quien te diá boias ideias, é aqui o “hiermano” piortuguies. Quien é amiguio, quien ié?

Read Full Post »