Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Abril, 2013

A novela agora desenrolada em torno da folha de Excel de Rogoff e Reinhart que afinal estava errada, e que serviu a Gaspar, Coelho & Portas para brandir a cientificidade da sua via para o empobrecimento português, pôs a nu como afinal a austeridade era uma escolha política e não uma necessidade. Como sublinha Krugman no seu artigo no El Pais (ver aqui).

Escolha política dos ultraliberais e fundamentalistas dos mercados. Que assim espreitaram o furo de vender de modo mais credível a destruição do Estado Social e a desvalorização do trabalho como o caminho penitente das pedras que nos há-de conduzir ao paraíso, enquanto assegura na terra uma longa e rendosa vida ao capital financeiro. Sim, eles estão na Goldman Sachs, mas também no BCE, no FMI, na União Europeia e nos governos.

Afinal, é preciso que a economia de casino não pare, sangrando embora a economia real e as pessoas. Foi assim que mais 3 000 (três mil) milhões de euros voaram nas empresas públicas. Que não foram gastos na qualificação dos serviços públicos que prestam, mas se perderam em produtos financeiros de alto risco e de natureza especulativa (ver aqui). Pela mão de alguns dos actuais governantes, enquanto administradores e responsáveis dessas empresas. Entretanto, despedem-se trabalhadores e elevam-se os tarifários e os passos sociais dos transportes, pondo em causa o serviço público.

Escolhas políticas: eis a chave. Políticas para servir as pessoas, ou para sangrar as pessoas em benefício dos mercados. A escolha também é nossa.

Read Full Post »