Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Zé Povinho’ Category

“O primeiro contacto técnico do FMI”,

uma crónica impagável de Ferreira Fernandes, hoje no DN:

Hotel Tivoli? Daqui, do aeroporto, é um tiro… Então o amigo é o camone que vem mandar nisto? A gente bem precisa. Uma cambada de gatunos, sabe? E não é só estes que caíram agora. É tudo igual, querem é tacho. Tá a ver o que é? Tacho, pilim, dólares. Ainda bem que vossemecê vem cá dizer alto e pára o baile… O nome da ponte? Vasco da Gama. A gente chega ao outro lado, vira à direita, outra ponte, e estamos no hotel. Mas, como eu tava a dizer, isto precisa é de um gajo com pulso….

(ver aqui o texto integral)

Anúncios

Read Full Post »

Quem quer fazer uma vaquinha para ajudar mais uma vítima da crise?

O liberal Pedro Passos Coelho está a passar um mau bocado e a crise vai sentar-se à mesa do líder do PSD na ceia de Natal. Diz que não tem dinheiro para comprar presentes às filhas e vai comprar uma única prenda para a mais nova.

Passos Coelho podia juntar-se a Ricardo Gonçalves, o deputado do PS que lamenta que a cantina da AR não esteja aberta para o jantar, pois o dinheiro que recebe não lhe dá para tudo.

Pedro e Ricardo sofrem, juntos, esta crise.

Ambos são vítimas da insaciável apetência dos mercados globais pelo lucro e da brutal ofensiva contra os direitos dos trabalhadores e os princípios do Estado Social.

Mas haja esperança. Pelo que conheço da população portuguesa e seu espírito solidário, acredito que milhares de desempregados, precários, contratados a prazo, jovens a recibos verdes, trabalhadores com salário mínimo, etc. ficarão sensibilizados com estes desabafos e serão generosos. Enviarão ajuda para que o Natal para Pedro e Ricardo não seja tão dramático.

Read Full Post »

O Presidente da República disse este fim-de-semana em Albufeira que se o povo fizesse férias cá dentro ajudaria o país a sair da crise, o que seria “uma atitude patriótica”. As palavras do Presidente, em jeito de apelo, chegaram rapidamente à China, onde o Ministro da Economia comemorava o dia dedicado a Portugal na Exposição Internacional de Xangai. Na resposta a Cavaco, Vieira da Silva rezingou com ironia qualquer coisa como “se todos os chefes de Estado pedissem o mesmo, acabava-se o turismo em Portugal”. Poucas horas depois, havia novamente uma resposta à resposta da resposta e o PR reafirmou que “as férias passadas no estrangeiro aumentam a dívida externa portuguesa”.

É de extrema utilidade que o Chefe de Estado e o Ministro da Economia da República Portuguesa se preocupem com este verdadeiro assunto de Estado na praça pública. O tema “as férias dos portugueses” deveria merecer um Conselho de Estado extraordinário e, no mínimo, uma reunião Conselho de Ministros no Allgarve.

Mas já agora, e uma vez que falam no tema, convém ligarem ao colega das Finanças (ou talvez seja melhor ligarem para Bruxelas – ou será para a Alemanha?) para o povo, o tal que ainda não sabe onde vai passar férias e está dividido entre os argumentos do Presidente ou do Governo, saber se vai ter direito ao décimo terceiro mês, o tal para pagar as ditas férias que estão no topo da actualidade.

 

Read Full Post »